terça-feira, 20 de janeiro de 2009

As Coisas ao Seu Redor(Meus Momentos Doentios)


Cuidado:essa postagem está repleta de Ideias Insanas que podem afetá-lo também.Aconselho-te a não lê-la pois está correndo perigo de ficar com medo de mim.

Já parou para pensar na infinidade de coisas que existem ao nosso redor?Coisas que consideramos insignificantes, mas fazem uma diferença...
E nem damos muita atenção a elas, como deveríamos, mas mesmo assim elas fazem um papel importantíssimo no nosso dia-a-dia.Repare, por exemplo, em sua cama.O que seria de nós sem a confortável cama?Se você como eu é um ursão e adora hibernar, independentemente das estações.
Falando em cama, repare no seu travesseiro.Se inventassem só a cama, sem o travesseiro, o que seria de nossos pescoços sem as queridinhas penas que se moldam perfeitamente em nossas cabeças?O meu viraria pó.Eu reconheço, exagerei.
São tantas coisas.
Repare no papel do seu bloco de anotações, junto com papel vem a caneta pois o que seria do papel sem sua fiel caneta?Ou lápis ou giz de cera ou...Percebeu que estou empolgada?
Arrã, voltando ao assunto, o que seria das nossas anotações?Onde elas ficariam?Só na cabeça?Eu me esqueceria para variar...Mas onde iríamos fazer prova, essas coisas?
Repare também no seu chinelo, ou tênis, seja lá o que for.Nossa, esse sim é importante, ele não serve só para enfeitar, imagina você andando naquele asfalto pelando, num dia de sol, mas DESCALÇA?Decididamente, não dá.
E tem tantas outras coisas que sem elas nós não estaríamos aqui.Ah e só mais um exemplo:
Roupas.
O que seria dos humanos, totalmente sem pêlos, literalmente peladões (desprovidos de pêlos e roupas), sem as roupas, quentes e confortáveis?Precisaríamos de mais uma era para voltarmos a ser macacos peludos.
Dê mais valor ao que está em sua volta.Não é só porque a tinta de sua caneta acaba bem no meio da prova(que raiva!) que você tem que pisar em cima, faça assim: jogue-a delicadamente no lixo.Pronto!Você está dando valor as coisas!

Nota:
A pessoa que escreveu a postagem sofre de momentos de tédio extremamente influentes nas coisas que faz.

Me desculpem por isso, era só um assunto que poderia ser normal, mas o tédio está tomando conta de mim.

4 comentários:

Malú disse...

Ei, postei a fic. Pois é, a gente precisa de tanta coisa. O que seria de mim se Steph não tivesse aonde escrever seus livros?! Eu seria (quase) pó. haha

Postei o primeiro (e mais curtinho, é mais uma introdução à história) capítulo da Fanfic. A propósito, escolhi o título. É Aurora. Procure o significado, se não souber. Aí você vai entender. ;)

Sim, eu sou Team Jacob. Ou seja, me chame de Black. haha
Entre os Cullen, prefiro o Emmet. Ou Carlisle. Ou Edward. Ou Jasper. hehe.

bj!

Jubs. disse...

Vou começar a dar mais valor as minhas canetas, elas fazem tanto por mim, haha, pensar pelo outro lado das coisas é bem diferente. Amei o texto! Estou com um blog novo: http://myloserville.blogspot.com
Passa lá, beijão ;*

seu_silva disse...

Milhõe e milhões de coisinhas...mas axo q c n tivec nada diso,agente ainda asim inventava algo semelhante ou aprendia a viver sem...imagina tudo o que nós não inventamos e q provavelmente é importantissimo e nem sabemos non?

Beijo!

Pαmmeℓℓα * disse...

Hauhauhauhauahu... A-do-rei! Garota, é verdade! Tua insanidade é contagiosa! Hauhauhauahuahuahuu... Pode deixar que agora jogo a caneta com todo carinho no lixo... =) Beijo!